Mini Guia: Atualização linhas underlays ou lâminas sob telha

149149366_258292589208723_3808925672612688853_n
Partilhar:

Mini Guia: Atualização linhas underlays ou lâminas sob telha

Nos últimos 10 anos, os materiais e as formas de executar uma cobertura mudaram em muitos aspetos. Hoje em dia, a instalação a seco, a fixação e o uso de elementos auxiliares tomam maior protagonismo e são considerados uma parte fundamental, como anteriormente era a própria telha.

Entre eles, a evolução como produto e a valorização por parte dos instaladores das lâminas sob telha ou underlays passou de um mero elemento adicional para “por prevenção", cujo critério de escolha se baseia em quanto menor preço e mais peso por metro quadrado melhor, a um valor técnico baseado na sua estanqueidade à água e ao vento, à sua resistência mecânica, ao grau de respirabilidade ao vapor de água e bandas de vedação, entre outros.

Na BMI, oferecemos uma variedade de lâminas impermeáveis e respiráveis, assim como barreiras de vapor, com distintas funcionalidades e características que servem para cobrir as necessidades habituais do nosso mercado.

Como escolher uma lâmina sob telha ou underlays?

Sem dúvida, a escolha de uma lâmina adequada pode fazer a diferença no seu desempenho. Dessa forma, a situação geográfica, a instalação antes ou depois do isolamento, o tipo de suporte sobre o qual descansará são fatores que devemos dar importância. Por exemplo, uma estimativa do risco de condensações vai ajudar-nos a estabelecer o design ou built-up da nossa cobertura e com isso que tipo ou tipos de lâminas precisamos e onde colocá-las em função da "física" ou "comportamento" óptimo do nosso telhado. Na BMI Expert, dispomos de um software que, ao acrescentar variáveis como a localização, o tipo de isolamento e suporte, oferece uma avaliação específica do risco de condensações e como resolvê-lo com a ajuda das lâminas.

As três características a considerar na hora de selecionar a melhor lâmina para o nosso projeto são as seguintes:

  • Coeficiente sd : isso dá-nos uma ideia da resistência ao vapor de água; quanto maior, mais resistência. Em geral, devemos lembrar da lei do funil. Devemos usar valores de sd maiores do interior ao exterior e considerar como referência básica que uma lâmina impermeável e respirável tem valores de sd inferiores a dois.

  • Reforço : se a lâmina possui uma malha de reforço, isto dá-lhe uma maior resistência mecânica, ideal para suportes como o cimento. Por outro lado, em suportes de madeira, podem ser utilizadas sem reforço.

  • Bandas de vedação : as bandas certamente reforçam a vedação da sobreposição entre as lâminas e melhoram a sua estanqueidade à água e ao vento.

Contrariamente ao que se costuma indicar, a gramagem por metro quadrado não é uma variável determinante quanto à qualidade da lâmina.

Além disso, a inovação permite que as novas gerações de lâminas sob telhas ou underlays incorporem qualidades superiores em termos de durabilidade, proteção UV e, inclusive, na sua produção a utilização de produtos naturais, como a cana-de-açúcar.

Na BMI, queremos liderar a inovação destes produtos e lançamos dois novos itens de alta tecnologia, o filme impermeável Divoroll Biolaytec, fabricado 87% com materiais naturais, e a nova barreira de vapor Vapotech 2s Plus, com bandas adesivas integradas, e com reforço antiderrapante.

Se quiser saber mais ou não tem certeza qual a lâmina escolher para a sua cobertura, pode entrar em contacto connosco, um dos nossos especialistas irá ajudá-lo em tudo o que precisa.

Contactar

Escrito por:

Peça mais informações

Caso tenha alguma questão ou queira deixar o seu comentário, por favor escreva-nos.

Partilhar: